Anoitece

Anoitece. Sou um caminho
sentado sobre o sentir-me
pedra, oiro e sangue.

Os dias regressam à sombra
do meu verso afiado.
Velhas de panos riscados
esquecem tabaco na esteira
branca do meu coração.
Anoitece sobre o sentir-me
pedra, oiro e sangue.