Antes da Orgia

...cavo a terra forjo o ferro faço o pão.
quando quero, sempre quero!

mesmo quando os makixi sangram pelo sexo.
e nos seios mirrados eivados
trazem o quente sabor da bílis.
dos dias sem chuva...