Manuel Lopes Fonseca

  • Nome Completo: Manuel Lopes Fonseca
  • Tipo de Escritor: Escritor, poeta
  • Nasceu em: 14 de setembro de 1911, Santiago do Cacém, Portugal
  • Faleceu em: 11 de março de 1993, Lisboa, Portugal
  • Profissao: Contista, romancista e cronista

Manuel Lopes Fonseca, mais conhecido como Manuel da Fonseca nasceu em Santiago do Cacém a 15 de Outubro de 1911 e faleceu em Lisboa no dia 11 de Março de 1993.

Escritor, poeta, contista, romancista e cronista, foi membro do Partido Comunista Português (PCP), Manuel da Fonseca fez parte do grupo do Novo Cancioneiro e é considerado por muitos como um dos melhores escritores do neo-realismo português.

Nas suas obras, carregadas de intervenção social e política, relata como poucos a vida dura do Alentejo e dos alentejanos.

Era presidente da Sociedade Portuguesa de Escritores quando esta atribuiu o Grande Prémio da Novelística a José Luandino Vieira pela sua obra Luanda, o que levou ao encerramento desta instituição.

Pulicações

Poesia

  • 1940 - Rosa dos ventos, Edição do autor
  • 1941 - Planície
  • 1958 - Poemas dispersos
  • 1958 - Poemas completos
  • Obra poética
  • O Largo

Contos

  • 1953 - O Retrato
  • 1942 - Aldeia Nova
  • 1953 - O Fogo e as cinzas, Edição Três Abelhas
  • 1968 - Um anjo no trapézio
  • 1973 - Tempo de solidão
  • 1973 - Tempo de solidão - Edição especial dos Estúdios Cor (edição limitada e oferecida pela editora no Natal de 1973).

Romance

  • 1943  - Cerromaior, Editorial Inquérito
  • 1958 - Seara de vento