Manuel Rui Monteiro

  • Nome Completo: Manuel Rui Alves Monteiro
  • Tipo de Escritor: Poeta, escritor
  • Nasceu em: Huambo, Angola
  • Profissao: Porfessor, político

Manuel Rui Monteiro nasceu no Huambo, Angola em 1941, é um escritor angolano autor de contos, poesias, romances e obras de teatro.

Em 1963 Manuel Rui Monteiro e Segadães Tavares arrendam uma casa em Coimbra ao Dr. Dantas para instalarem a "Republica do Quimbo dos Sobas", antiga residência universitária por onde passaram alguns activistas angolanos que lutaram pela independência de Angola, como por exemplo o primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto.

Licenciou em Direito na universidade de Coimbra, Portugal em 1969 tendo vivido durante anos em Coimbra. Em Portugal foi advogado e membro da direcção da revista "Vértice", de que foi colaborador.

Regressou a Angola em 1974, onde ocupou diversos cargos políticos, tendo sido Ministro da Informação do Governo de Transição. Foi também professor universitário e Reitor da Universidade de Huambo, um dos principais ficcionistas Angolanos, assim como o primeiro representante de Angola na Organização da Unidade Africana e nas Nações Unidas.

Manuel Rui é membro fundador da União dos Artistas e Compositores Angolanos, da União dos Escritores Angolanos e da Sociedade de Autores Angolanos.

No dia 11 de Novembro de 1975 após a proclamação da independência de Angola Manuel Rui Monteiro escreveu a letra (música de Rui Vieira Dias Mingas) que compõe o hino Angola Avante.

Pulicações

  • Assalto, sem data, Lisboa, Plátano Editora.
  • 1988 - 11 Poemas em Novembro (Ano Oito, Luanda, União dos Escritores Angolanos);
  • 1985 - Cinco Vezes Onze Poemas em Novembro (Lisboa, Edições 70);
    • Reúne os 5 primeiros livros da série 11 Poemas em Novembro
  • 1984 - 11 Poemas em Novembro (Ano Sete, Luanda, União dos Escritores Angolanos);
  • 1981 - 11 Poemas em Novembro (Ano Seis, Luanda, União dos Escritores Angolanos);
  • 1980 - 11 Poemas em Novembro (Ano Cinco, Luanda, União dos Escritores Angolanos;
  • 1979 - 11 Poemas em Novembro (Ano Quatro, Luanda, União dos Escritores Angolanos);
  • 1978 - 11 Poemas em Novembro (Ano Três, Luanda, União dos Escritores Angolanos);
  • 1978 - Agricultura (Luanda, Ed. Conselho Nacional de Cultura / Instituto Angolano do Livro);
  • 1977 - 11 Poemas em Novembro (Ano Dois, Luanda, União dos Escritores Angolanos);
  • 1976 - 11 Poemas em Novembro (Ano Um, Luanda, União dos Escritores Angolanos);
  • 1973 - A Onda (Coimbra, Ed. Centelha);
  • 1967 - Poesia sem Notícias (Porto, e. a.);