José Luís Mendonça

  • Nome Completo: José Luís Mendonça
  • Tipo de Escritor: Poeta
  • Nasceu em: Golungo-Alto, Kwanza Norte, Angola
  • Profissao: Poeta, Jornalista, ficiconista

Licenciado em Direito, tem vindo a exercer, também, o jornalismo nas colunas de diversos jornais angolanos.

É Director e Redactor Chefe do semanário Cultura- Jornal Angolano de Letras e Artes editado em Luanda Publicou, o seu primeiro livro Chuva Novembrina, em 1981.

Membro da União de Escritores Angolanos, em Linha natural com todos os jovens escritores da denominada"novíssima geração", a sua produção escrita desponta como reflexo de uma situação histórica demasiado centralizadora e redutora. os seus textos constroem-se como uma unidade que gravita em torno do "sentir" do sujeito poético face à morte das utopias vanguardistas e revolucionárias dos anos 60 e 70 e do seu desencanto com a realidade do presente e a incerteza do futuro

Pulicações

  • Angola, Me Diz Ainda (Janeiro 2018)
  • Luanda Fica Longe e Outras Estórias Austrais (Março 2016)
  • O Reino das Casuarinas (Julho 2014)
  • Um Canto Para Mussuemba (Abril 2002)
  • Ngoma do Negro Metal (2000), Edições Chá de Caxinde
  • Poemas de amar, 1998
  • Logaríntimos da alma. 1998
  • Quero Acordar a Alva; INALD 1997, (prémio "Sagrada Esperança - 1996" (ex-aequo com Se a Água Falasse, de João Maimona)
  • Respirar as Mãos na Pedra; União de Escritores Angolanos; 1989, (Prémio Sonangol de Literatura de 1988)
  • Gíria de Cacimbo, União de Escritores Angolanos, 1986; (Prémio Sonangol de Literatura)
  • Chuva Novembrina), edição do INALD, 1981, Luanda.( Prémio de poesia "Sagrada Esperança")