Poemas e poesia de Família

Pai ! (replay)

Pai ! (replay) PAI, chama de vida Presente a toda hora No carinho, educação Deste sempre acolhida Ao impulso que aflora Do meu pobre coração ...
Publicado em 09.08.2014, por ARMANDO GARCIA

Carta de uma mãe

Carta de uma mãe
Publicado em 29.07.2014, por Bretiney Rodrigues

Aos amigos

Aos amigos que tanto amo.
Publicado em 22.06.2014, por Bruno Alves

INOCÊNCIA

INOCÊNCIA   Os lápis de cor espalhados pela cama. No quarto silencioso e iluminado Mãos ingênuas mal sabem Do poder que delas emanam. Apenas o roçar do...
Publicado em 17.03.2014, por Paulo Pazz

Mãe Querida

Este poema é dedicado a minha mãe que me trouxe ao mundo e que infelizmente já não se encontra presente ,pois também dedico a minha avó que me criou  até minha...
Publicado em 28.12.2013, por Mateus Juanga

RECONHECIMENTO

    Tu és... A estrada por onde  minha alma caminha, O imenso amor que não me deixa sozinha, És minha bússola... Direção dos passos...
Publicado em 06.10.2013, por Maria silva

A Janela Aberta

A Janela Aberta 14/05/2012     Apenas aos domingos A janela era aberta E os raios do sol Iluminavam o quarto, Sua luz era como o grito De um recém nascido...
Publicado em 16.06.2013, por Nair Damasceno Paiva

Espera sem Regresso

Nós estamos ligados ao oceano. E quando voltamos para o mar, seja para navegar ou para apreciá-lo, estamos a regressar para o local de onde viemos.   (John Kennedy) Os pescadores sabem...
Publicado em 09.04.2013, por Helder Oliveira

Minha Roseira Preciosa

Minha roseira preciosa Já não quer a primavera Das cores que outrora vestia Resta a pálida nostalgia   Minha roseira preciosa Tanto viço possuía ...
Publicado em 13.02.2013, por Ana Stoppa

Perdão mamãe

Assim mamãe me dizia:
Publicado em 24.12.2012, por João Batista de Campos

PAI.

Sabe Pai, Hoje sonhei com você, da sua voz rouca, quase pouca, do seu corpo curvado, minguado pelo tempo, na minha infância, quando criança, em que o senhor, ...
Publicado em 04.11.2012, por José do Carmo Carile

Divina Mãe

Os deliciosos gestos de carinho e afeto são do teu colo, assim como o recitar e invocar da palavra “filho” da tua voz meiga e afetuosa que com doçura encanta os meus ouvidos. São anos,...
Publicado em 24.08.2012, por Luís Vicente

MULHER

Enviado por Hernandes Leão ao site brasileiro: Recanto das Letras, em 29/12/2011 Reeditado em 29/12/2011 Código do texto: T3413229 Em homenagem a todas as mulheres do mundo...
Publicado em 30.12.2011, por Hernandes Leão

Nazaré, 4/09/2010

não há sol pouco vento mar calmo a tranquilidade se passeia pela praia ouve-se música rock de uma banda se exibindo perto abri a garrafa despejei para o copo acrescentei umas pedras de...
Publicado em 10.05.2011, por Filipe Serra

A dor do filho e a dor do mundo

AjAraújo, o poeta humanista, poema escrito em 16 de Janeiro de 2010.
Publicado em 13.02.2010, por Alberto Araújo

Estranho esse negócio de família

Estranho esse negócio de família. Duas pessoas que não tem nada a ver na raiz, se grudam e passam a dividir a cama, os caminhos, os sonhos, as dores. As flores. E ainda fazem filhos, pra tornar a coisa mais...
Publicado em 11.05.2009, por Oscar Silbiger

Faísca da Eternidade

A humana vida é só uma faísca na Eternidade? Do modo banal como a vida percebemos Somos apenas um palito de fósforo Que mal se acende a chama já se apagou Por gerações várias os homens Aparecem e desaparecem...
Publicado em 11.04.2009, por fernando jorge da Costa Mariz

CERES

Ceres Do que te diga, em vão, tenho buscado P’ra te dizer do meu amor , querida !, e, procurando.. não tenho encontrado senão saudades em versos contida . Saudade ingrata que, em si ,...
Publicado em 28.11.2008, por aecio kauffmann

À Minha Mãe

Homenagem à minha mãe Alfonsina Alves Quisera hoje ver-te, ó mãe querida, contigo estar no meu torrão e te contar da minha Vida, da dor que me aperta o Coração.
Publicado em 09.05.2008, por Remisson Aniceto

Bebê, o infinito em ti se encerra

Maria, Livre de buscares significações e razões para tudo, acordas e, quando o fazes, despertas completamente. Tampouco te aventuras pelo passado: a importância está no que és agora. Interessante talvez...
Publicado em 04.02.2008, por [soreg] sonia regina

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes: 10
  • Membros: 0
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso