Jabuticabeira

Jabuticabeira,

Tu que espalhas a vida

Por onde sombreias

Tu que atrais a beleza de pássaros

Conquanto sejas feia

Tu que recebes a delicadeza de beija-flores 

Conquanto não a mereças

Me ensina a obter

Aquilo que não mereço

                                                                                                   - Judas

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes:
  • Membros: 3
    • Antóni Silva
    • Elsa Simões
    • Sónia Silva
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso