Poemas e poesia Bucólicas

Distancia

Não sei o que diga Estou preso a ti É tão estranho Tão doloroso E tão bom ao mesmo tempo Que nem sei explicar A noite aproximasse  E hoje o teu...
Publicado em 29.01.2017, por Ricardo Maria Louro

CÉU ESTRELADO

  Serpentes de estrelas Vagam como rios Iluminando    Os altares da imensidade   Na luz violácea Cachos de entretons Projetam os arco-íris...
Publicado em 13.11.2016, por Célio Govedice

Quando.

Sei que sendo novo no site, ninguém irá ler muito mais irão comentar os meus textos. A não ser que tivesse e não tenho nenhum amigo por aqui. Mas já sou...
Publicado em 27.09.2016, por Jorge Teixeira

RIOS DO MEU PARA

            23/05/2016   Rios de minha terra ! Que me banham nas noites de lua Que me acalmam e me inebriam!   São rios...
Publicado em 23.05.2016, por stela gaia

Cantar das estrelas

             Nesse momento ouço o cantar das estrelas              Ouço o zumbido do meteoro      ...
Publicado em 08.03.2016, por Neide Himenes

Luzeiro dos silencios

Confiro a luz que trazes nos olhos grávida de esperança Abasteço a noite com o luzeiro nocturno iluminando-te até que o rasto do teu ser se...
Publicado em 06.03.2016, por Frederico Fernandes

Moaxaha da tempestade

"...Trovões estilhaçado o céu então como pintura, ora vertendo lágrimas invejosas dessa moldura,.."
Publicado em 28.01.2016, por Luiz Morais

TRIBUTO AO SONETO

FLUTUA AINDA O QUE NA POESIA SUPLANTA. TRANSPÔS OCEANOS NAS ASAS DO VENTO, ESTILHAÇADOS PELA POEIRA DO TEMPO QUARTETOS E TERCETOS QUE O SONETO DECANTA. TÍMIDOS VERSOS QUE...
Publicado em 07.12.2015, por IRAN ANDRADE

Dia da criança

Hoje é Dia da criança! dia marcado para refletir sobre o que faz o Brasil por seus pequeninos para torná-los homens de bem, como se empenha na construção da...
Publicado em 08.10.2015, por Ivone Boechat

Cheap Links of London Sweetie Bracelets Sale, New Style Sweetie Bracelets UK Outlet

moncler salg moncler outlet-butik
Publicado em 06.09.2015, por tnodeetermarc tnodeetermarc

Brisa

De  onde virá a brisa fresca Que nos faz esquecer por momentos Desamor, tristezas, ressentimentos E nos faz parar de pensar? Seria  somente um vento Em uma medida tão certa...
Publicado em 08.07.2015, por Jogon Santos

AMANTE

Com sentimentos Não se brinca. Disfarçam-se as pregas Da vida!   Se a outra não é Um problema! E sim uma opção. Sarcástico pensamento....
Publicado em 13.03.2015, por Augusto carvalho

Meio hoje

Meio Hoje Hoje estou meio assim meio sem mim meio sem tudo meio mudo meio tudo meio nada hoje estou em casa na estrada meio hoje meio ontem eu estou meio cheio de tanto tudo tanto nada eu meio estou...
Publicado em 25.02.2015, por Carlos Galdino

O Inverno

                  O Inverno           A estação do...
Publicado em 13.02.2015, por Juvenal Nunes

´Búzio

    Canta para mim teu canto triste Com notas musicais da saudade E  acordes nunca vistos Nem ouvidos, Canta com a  harmonia dos sentimentos.   Canta para mim teu canto rouco Como...
Publicado em 06.12.2014, por Nair Damasceno Paiva

Nos olhos de Deus

...
Publicado em 28.10.2014, por Bretiney Rodrigues

Cavador

poema sobre uma cena do campo
Publicado em 09.09.2014, por João Valente

ILNÁ

POEMA ESCRITO EM 03/03/2007
Publicado em 20.07.2014, por Alexandre campanhola

Piquenique à beira do Tejo

Piquenique à beira do Tejo Podia ter ido à Mouraria, ver o Tejo lá de cima. “Ai, como eu queria ver o sol brilhar naquelas águas!” Ou ao Castelo...
Publicado em 26.04.2014, por João Bosco da Encarnação

A Chegada da Lua

Um luar brilhante e cristalino, numa noite límpida e transparente constitui, indubitavelmente, um espectáculo de rara beleza. E é tão imensa tal beleza que, tudo o que se possa dizer...
Publicado em 02.03.2014, por Helder Oliveira

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes: 37
  • Membros: 4
    • Antóni Silva
    • Joana Oliveira
    • Paulo Silva
    • Ana Costa
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso