Nas minhas mãos

A sua vida é demasiado grande
para estar nas minhas mãos.
O seu coração é devidamente pequeno
para estar nos meus olhos.

A minha vida é bastante vasta
para preservar a tua alma.
O meu coração é muito pequeno
mas ali está o meu amor.

Gianluca Stival, nascido em Odessa em 1996, estuda idiomas e alimenta um interesse considerável pelas culturas e as tradições estrangeiras.
Ele obteve certificações lingüísticas reconhecidas em todo o mundo e ele publicou muitas composições na Int

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes: 28
  • Membros: 0
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso