Preciso dizer o que fiz!

Preciso dizer o que fiz!

 

 

Desenhei teu corpo em mim,

Em uma de minhas tatuagens,

Para  que estejas  comigo,

Estampado em minhas  margens,

Minimizando a distância sem fim.

 

Braços, rosto, peito , umbigo,

Fotos, poemas  e   imagens,

Não  preciso falar mais contigo,

Pois, faço eu mesma as postagens,  

Já que és  parte inteira de mim!

 

Melhor  que ler tuas mensagens,

O que sempre  era algo ruim,

Agora tenho vantagens,

Dói menos, meu  caso amigo,

Trazer-te em meu corpo assim!

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes: 62
  • Membros: 0
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso