Presença

De tua presença tenho o direito de sentir saudades!

De nossas conversas em bares tenho o direito de sentir saudades,

de ver ser olhos reluzindo ao contar seus sonhos e desventuras

tenho o direito de sentir saudades!

De nossas cachaças e de vossa graça sempre terei

direito de sentir saudades!

Olhos que se cumprimentavam,

Abraços que se acolhiam

E palavras que dançavam entre nós

terei direito de sentir saudades.

Saudades: palavra que repousa na tristeza

mas ao mesmo tempo se engraça com a felicidade

repousada na expectativa.

Expectativa de ver-te sorrindo

e junto ao Rio Douro compartilharmos nossas esperança

E de tua presença tenho o direito de sentir saudades!!!

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes: 45
  • Membros: 0
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso