Meu sol

Hoje acordei
Dando por falta
Do brilho do sol
Espiando-me à janela
Hoje acordei
Dando por falta
Do canto alegre
Do passarinho
Ao furtar um beijo
Da mais vívida flor
Do meu jardim
Hoje acordei
Dando por falta
Dos teus carinhos
Cobrindo minha nudez
E a cama estava fria
E o chão estava frio
Desprovido
Dos teus passos
Meus ombros
Gemiam a falta
Do desejável peso
Dos teus abraços
Hoje acordei
Desejando
O delicioso enfado
De uma longa noite
De amor

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes: 22
  • Membros: 0
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso