O MAR

A voz branca que está no mato

perde-se na imensidão do mar.

Lá vai!

O sol bem alto

é uma atrapalhação de cor.

-Abacaxi safo nona

carregozinho do barco!...  

 

Um tubarão passando

é um risco de frescura.

Lá vai! 

 

O barco deslizando

só com a vontade livre e certa do negro

lá vai!

Francisco José Tenreiro 1942

ETQ_ACTUAL em 13.12.2016, 1.301 ETQ_ACESSO

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes:
  • Membros:
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso