Renascimento (Séc. XVI a XVIII)

Renascimento, Renascença ou Renascentismo são termos usados para identificar o período da História da Europa que decorre de aproximadamente entre fins do século XIII e meados do século XVII.

Em Portugal  A influência do Renascimento estende-se de meados do século XV a finais do século XVI.

A subida ao trono do Mestre de Avis marca o início de uma nova época em Portugal. Novas perspectivas na evolução social, económica, política e cultural estavam em curso e marcariam o início de um novo período histórico, cultural e artístico que irá caracterizar o Renascimento em Portugal.

Por sua vez, a descoberta de novos mundos e o contacto com outras civilizações levaram a uma miscigenação cultural que se reflectiria, essencialmente, na arte.

Na literatura Sá de Miranda introduziu as formas de verso italianas; Bernardim Ribeiro, o bucolismo. Gil Vicente fundiu-os com a cultura popular, relatando a mudança dos tempos e Luís de Camões inscreveu os feitos dos portugueses no poema épico Os Lusíadas.

Em especial a literatura de viagem floresceu: João de Barros, Castanheda, António Galvão, Gaspar Correia, Duarte Barbosa, Fernão Mendes Pinto, entre outros, descreveram novas terras e foram traduzidos e divulgados pela nova imprensa.

ETQ_ACTUAL em 17.08.2012, 4.553 ETQ_ACESSO

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes:
  • Membros:
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso