CRIANÇAS II

Assim como que em busca da verdade
em ânsias de chegar a noção de justiça

desvendam caminhos e destinos
devassam névoas e cacimbos
perscrutam florestas

No dissídio da noite
transportam simbólicas bandeiras
olham os deuses face a face

 São crianças 
 filhas de um tempo

intemporal à espera de um natal...

Manuel C. Amor
Horta 2011

ETQ_ACTUAL em 09.08.2012, 2.613 ETQ_ACESSO

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes:
  • Membros:
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso