A periodização da história da literatura angolana

Infelizmente as tentativas para a formulação teórica da História da Literatura Angolana parecem esbarrar com o problema da sua periodização, Por essa razão e à nossa falta de conhecimento cientifico comprovado sobre este tema, para o presente trabalho, optamos por seguir, com ajustamentos de conveniência, o modelo proposto por Alfredo Margarido, num artigo publicado no jornal o Estado de São Paulo, em finais de 1983, intitulado “A emergência da literatura angolana”, onde procura fixar 4 períodos para a história literatura angolana, a saber:

1)     Desde finais do séc. XIX/princípios do séc. XX até 1930, onde se destaca a célebre geração 1900, onde se destacam Cordeiro da Mata, Fontes Pereira, Silvério Ferreira, Apolinário Van-Dúnem e Paixão Franco. No fundo, no fundo, a geração progenitora do famoso manifesto, escrito a várias mãos, “A voz de Angola clamando no deserto”, que foi um autêntico libelo acusatório e uma vigorosa reacção de uma plêiade de proto-nacionalistas angolanos a um labéu de cariz racista, vindo a público num periódico da época, burilado por um escriba colonial.

2)     De 1930 a 1945, o chamado “período de quase não literatura”, onde avultam os raríssimos nomes do advogado, dicionarista e romancista, Assis Júnior, sem esquecer o escritor e pesquisador cultural Óscar Ribas e o escritor Castro Soromenho.

3)     De meados dos anos 40 até 1961, com despoletar da luta armada. Neste período temos as gerações da “Mensagem” e da “Cultura”, sendo um dos momentos privilegiados de imposição do nosso processo literário face à ordem cultural colonial.

4)     De 1961 até 1975, onde temos a geração da guerrilha e a de 70, sem esquecer os escritores que gramaram no Tarrafal (alguns dos quais vindos da geração da “Cultura”).

5)     período pós-independência 


(conf. Norberto Costa, A periodização da história da literatura angolana, 23 de Novembro de 2015, Jornal Cultura; http://jornalcultura.sapo.ao/letras/a-periodizacao-da-historia-da-literatura-angolana/fotos

ETQ_ACTUAL em 09.12.2016, 5.240 ETQ_ACESSO

Conteúdos Populares

Últimas no Espaço Aberto

Poetas em linha

  • Visitantes:
  • Membros:
Lusofonia Poética - Portal de poesia lusófona © desde julho de 2007
Regras, Termos & Condições de uso